UFES - Esmagadoramente contra

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

UFES - Esmagadoramente contra

Mensagem  china em 27/9/2007, 10:17 am

Segue depoimento de um estudante:

"A luta contra o REUNI está a todo vapor na UFES. Vou fazer um breve relato de como andam as coisas por aqui.

Durante a semana da Jornada de Lutas da Educação, realizamos um debate no gramado central da UFES com o professor Roberto Leher. Cerca de 200 estudantes, professores e militantes de movimentos sociais participaram do debate. Após o debate, decidimos ocupar a Reitoria da UFES para exigir que houvesse um amplo debate com a comunidade acadêmica antes de decidir, ou não, pela sua aprovação.

Nesse momento, várias comissões já estavam instauradas nos Centros de Ensino para elaborarem propostas de adesão que seriam encaminhados por uma comissão da Universidade que formularia um projeto a ser apresentado ao MEC. Tudo sem nenhum debate!

Durante a ocupação, conseguimos ser recebidos pelo Reitor da UFES, Rubens Rasseli, que assinou um termo de compromisso no qual garantia que seriam realizados debates em todas as cidades que têm um campus da UFES (Alegre, São Mateus e Vitória) e uma audiência pública que definiria se a UFES aderiria ou não ao REUNI. Uma vitória do movimento estudantil que, com muita luta, conseguiu garantir a participação de toda a comunidade acadêmica na decisão sobre o REUNI.

Também fizemos uma atividade no dia 13 de setembro, dia de paralisação proposto pelo ANDES. Botamos fogo em alguns pneus para fechar a entrada da UFES e vedamos as fechaduras das salas de aula. Nesse dia, fizemos ainda, um debate sobre o REUNI com a presença do Diretor de Movimentos Sociais da UNE, Juliano Medeiros e do professor Édson Cardoso (Centro Tecnológico da UFES).

O primeiro debate aconteceu na semana passada, na cidade de São Mateus, norte do ES. Lá, os/as estudantes têm aula em um prédio alugado, pois o novo campus ainda não foi concluído (São Mateus é parte do projeto de expansão e interiorização das universidades) . Todos/as os/as estudantes se manifestaram contrários ao REUNI, inclusive estudantes de um cursinho particular no qual a direção do centro disse que caso o REUNI não fosse aprovado, o centro seria fechado.

A máscara da reitoria caiu durante o debate e conseguimos convencer a todos/as que o projeto não era viável. O vice-reitor, o pró-reitor de planejamento e o diretor do Centro de São Mateus perderam as estribeiras e quase agrediram o representante da ADUFES. O diretor do Centro, Renato Pirola, chegou a ameaçar estudantes.

O segundo debate aconteceu ontem, em Alegre, sul do ES. Assim como em São Mateus, a divulgação (que, pelo acordo, cabia à reitoria) foi péssima. Mesmo assim, conseguimos colocar cerca de 300 pessoas no debate.

Mais uma vez, a administração da UFES tentou jogar a comunidade local contra nós. Tinha até Coronel da PM e representante dos comerciantes da cidade na mesa. E nós outra vez conseguimos reverter a situação. Com exceção de um professor e da própria administração da UFES, ninguém mais defendeu a adesão ao REUNI.

Resta ainda um debate e uma audiência pública no campus de Goiabeiras (principal) marcados para os dias 4 e 19 de outubro, respectivamente. Nossa expectativa é lotar o Ginásio de Esportes da Universidade nas duas oportunidades.

Vamos com tudo para barrar o REUNI na UFES.

Danilo Bicalho"
avatar
china

Mensagens : 10
Data de inscrição : 13/09/2007
Idade : 29

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum