Depoimento de aluna da UFMG

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Depoimento de aluna da UFMG

Mensagem  Harry em 26/9/2007, 2:43 pm

Eu comecei a pedir depoimentos e informações sobre o REUNI nas listas de e-mails das quais participo. A mensagem abaixo é de uma aluna da UFMG que conta o que está acontecendo por lá:

"Oi,
Meu nome é Ana Luíza e eu era do PET-Economia UFMG.

Na UFMG, a reitoria encampou total e completamente o projeto e o defendem até a morte. Para negociar como seria a expansão, optaram pela estratégia de conversar separadamente com cada departamento, de forma a não permitir que houvesse uma articulação entre eles que fosse forte o suficiente para barrar o projeto, se fosse o caso.

Em reunião com a Câmara Departamental de Ciências Econômicas, na qual sou Representante Discente, o Prof. Mauro Braga, pró-reitor de graduação, teve um tom inclusive ameaçador com os presentes e assumiu uma postura bastante estranha quanto a qualidade, didática etc. Querem porque querem aumentar a UFMG e ainda sem a mínima discussão, com um deadline muito muito muito próximo (aliás, o prazo final para os diretores de unidade darem responsta à reitoria é hoje).

Nos enviaram dois projetos de expansão para a UFMG, um em meados de Julho e o outro agora em Agosto, os quais encaminho em anexo para que possam ler (aliás, só encaminho o primeiro, pq o segundo não achei aqui =P). Os dois são muito contraditórios, de qualidade questionável e nenhum deles está nem ao menos assinado pela reitoria. Desse jeito, que garantia dá pra ter??

Não sei como andam as propostas nos outros departamentos da UFMG. O pouco que sei é que a Belas Artes abrirá já para o ano que vem um curso de "Conservação de Patrimônio Móvel", a FAFICH deverá abrir um na linha de gestão pública e o ICEx está se organizando também. Aqui na FACE há algumas propostas: o curso de "relações internacionais" e um curso de "controladoria e finanças", mas pelo jeito isso não vai sair tão cedo. O que acabou sendo votado em uma reunião da assembléia departamental na segunda-feira foi a ampliação das vagas do curso de ciências econômicas, de 80 para 100 vagas anuais, continuando no turno da manhã, tudo constante. E continuaremos conversando sobre o curso de RI, mas isso dependerá também da boa vontade de outras unidades (direito, fafich, geografia etc...).

A proposta em si de expansão da universidade é boa, o problema á a forma como querem que ela seja feita: na UFMG o objetivo é dobrar o número de alunos praticamente mantendo o mesmo número de professores. A qualidade cairá? Muito provavelmente... E isso exigirá também uma adaptação dos métodos didáticos etc... Provas de múltipla escolha... utilização de estudantes da pós como professores, o que é ruim para a qualidade das teses de doutorado, dissertações, já que diminui o tempo de dedicação, prejudicando os futuros professores e além do que é melhor para um aluno de graduação ter aula com um professor que tenha mestrado e doutorado, tudo certinho... enfim... há problemas...
E o pior de tudo é que não há muitas garantias... Pode ser que um curso seja aberto, novas vagas fiquem disponíveis e o governo mude de idéia, troque o governo e os recursos, as vagas para novos professores, nada... é isso..."
avatar
Harry

Mensagens : 5
Data de inscrição : 17/09/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum