Governo aponta 23/10 como limite para conclusão da negociaçã

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Governo aponta 23/10 como limite para conclusão da negociaçã

Mensagem  julioclausi em 14/9/2007, 5:30 pm

Governo aponta 23 de outubro como limite para conclusão da negociação

Representantes do ANDES-SN se reuniram hoje (13/9) com o secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), Duvanier Paiva Ferreira, para a terceira reunião de negociação da pauta de reivindicações dos professores das instituições
federais de ensino superior (IFES).

O secretário iniciou a reunião expondo seu estranhamento com o fato de haver um indicativo de greve da categoria para a última semana deste mês antes da terceira reunião de negociação. Os representantes do ANDES-SN lembraram que a pauta de reivindicações foi entregue em março e que a categoria se encontra ansiosa pelo seu atendimento, pois não tem reajuste desde 2005.

Duvanier reafirmou que o Estado não dispõe de recursos orçamentários para conceder reajuste salarial este ano, mas, possivelmente, somente em 2008, com alcance até 2010, e apresentou os resultados dos estudos realizados pelos técnicos do MPOG sobre a tabela salarial proposta pelo ANDES-SN. De acordo com os estudos, a implantação completa da tabela salarial proposta pelos docentes teria um impacto de R$ 14 bilhões no orçamento da União, mas Duvanier afirmou que o governo não vê isso como o ponto inicial da negociação, e sim a definição da estrutura salarial à qual se pretende chegar.

Contrapropostas ficaram para próxima reunião

Uma das reivindicações dos docentes é a valorização do vencimento básico, que em alguns casos está abaixo do salário mínimo. Duvanier afirmou que o governo partilha da posição dos professores, mas não apresentou nenhuma proposta para resolver a situação. Também não houve contrapropostas para as demais reivindicações dos docentes (clique aqui para ver a pauta).

Duvanier se comprometeu a apresentar estudos dos impactos da paridade da GED para ativos e aposentados, isonomia de vencimentos e gratificações para os professores do ensino superior e de 1º e 2º graus, incorporação da VPI e equiparação de titularidade na próxima reunião, marcada para o dia 26. “O governo adiou para essa reunião o que esperávamos que nos fosse apresentado hoje”, observa Agostinho Beghelli Filho, 2º vice-presidente do ANDES-SN.

Governo quer fechar negociação no final de outubro

Duvanier concordou com a sugestão das entidades representantes dos docentes de fixar um prazo para o processo de conclusão da negociação, sugerindo o dia 23 de outubro como data-limite, com realização de reuniões semanais para negociar os itens da pauta com os representantes do ANDES-SN, se for necessário.

Posição do governo é conseqüência da mobilização dos docentes

Para os representantes do Sindicato Nacional, a reunião demonstrou que a disposição do governo para negociar é fruto da pressão dos docentes, que aprovaram indicativo de greve para a última semana de setembro. “É importante que nossa mobilização seja mantida”, observa Almir Serra Martins Menezes Filho, 3º vice-presidente do ANDES-SN. Para o presidente do sindicato, Paulo Rizzo, “o desafio da categoria, agora, é fazer com que as contrapropostas que o secretário ficou de apresentar no dia 26 confluam com os princípios do movimento: paridade e isonomia”.

Além do ANDES-SN, participaram da audiência representantes do SINASEFE (Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica e Profissional), PROIFES e do Ministério da Educação.

Fonte: ANDES-SN

http://www.andes.org.br/imprensa/ultimas/contatoview.asp?key=4690

julioclausi

Mensagens : 5
Data de inscrição : 13/09/2007
Idade : 28

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum